Sobre as profundezas de minha alma



         Nas profundezas de minha alma, tentando encontrar algo  que se possa aproveitar. Perco-me pelos caminhos obscuros que ela se encontra. Com esses pensamentos insertos, insanos.
Há algo em mim que nem eu consigo reconhecer. Um vazio, talvez. Sinto que estou morrendo aos poucos. A menina, moça, mulher que estava aqui na noite anterior, fora embora. E em seu lugar, encontro uma inércia, um profundo buraco repleto de NADA.
Lágrimas escorrendo por  meu rosto. Pensamentos impuros, obscuros passam em minha mente. E eu já não me encontro mais aqui, ali, em todos os cantos. Aquela moça inocente que não se importava com nada nem ninguém se perdeu  com o tempo. E em seu lugar está uma mulher confusa, estranha, com sonhos e desejos que não sabe se iram acontecer.
Queria apenas por um dia ou quem sabe umas horas ir para um lugar onde não me encontrem. Onde eu só escute o profundo eco de minha mente vazia. Onde as batidas aceleradas de meu coração fosse o único som que pudesse me fazer sorrir, sentir, amar, desejar algo.








2 comentários:

  1. Ás vezes é bom um momento de introspecção para que possamos descansar um pouco, traçar uma nova rota e tentar no caminho encontrar pedaços de nós.
    http://gabipuppe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Concordo, falou tudo.É exatamente este caminho que eu estou procurando. :)
    Obrigada pela visita linda.
    Adorei o seu blog.
    Beijos e sucesso linda.

    ResponderExcluir