Conhecendo o desconhecido


Ao encontrar um desconhecido numa rua escura, uma linda menininha de apenas quatro anos pergunta-se: O que eu faço agora deverei ficar ou correr? Assustada e aparentemente nervosa ela entra em pânico e congela, não consegue andar para nenhum lado. Então ela pensa; Estou ferrada, será que este homem vai tentar me pegar e me levar embora?...E, por sua vez o homem também estava a pensar: O que uma linda menininha linda e tão pequena faz neste beco escuro a essa hora da noite? E os dois ficam se olhando por uns minutos, calados e sem reação alguma. Es que o homem lhe faz uma pergunta.
- O que faz uma jovem menina na rua a essa hora? Onde está seus pais?
 E ela o responde.
- Meus pais. Não os sei quem são, nem nada deles. Apenas que  colocaram-me neste mundo cruel para sofrer as dores da vida solitária que levo por estes becos desertos de Paris.
- Pois então, não tem medo que algo possa vir a lhe acontecer andando nestas ruas escuras sozinhas a noite? Poderia ficar em uma casa de adoção. Onde não correria nenhum perigo, seria bem tratada e teria uma cama quente e talvez um lar algum dia.
- Desculpe-me senhor. Mas, não é isso que eu quero pra mim. Só quero poder ser feliz, mesmo com tantas lembranças atormentando-me constantemente.
- Então tome cuidado. Eu irei agora. Mas saibas que sempre terá alguém, vindo de longe que cuidará para que você não se perca pelos becos da vida. 


2 comentários:

  1. Gostei do conto, apesar de pequeno! Histórias assim são boas para tirar alguma lição..a moral da história
    escritasdeverao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gostei...escreveu bem..Passa no meu blog pra conhecer tb, se gostar e seguir, sigo de volta!!!
    www.makeolatras.blogspot.com.br
    Bjsss =]

    ResponderExcluir