A bela e a Fera


Era um casal bastante diferente. Fugiam do complexo de beleza imposto pela chamada sociedade. Os dois estavam em uma praça, sentados em um banco. Quando de repente apareceu uma linda e assustada menininha e lhes perguntou: Porque vocês são tão diferentes dos outros casais? E, eles lhe responderam: Não somos diferentes, apenas temos uma “capa”, digamos assim, diferente dos outros. Mais por dentro, somos tão iguais a qualquer casal que está sentado nesta praça. E, a menininha foi embora pensando naquela resposta e se questionando do porque de eles terem um rosto uma cor e uma pela completamente diferente dos demais. E, chegou a conclusão que eles estavam certos. Comportavam-se de uma maneira igual a todos os outros, com tanto amor e carinho, com beijos e abraços.
O que realmente importa para a sociedade, uma pessoa igual em pele e osso com as mesmas características que os demais ou uma pessoa diferente de corpo, mais tendo a sua essência igual a todos nós?

Para mim a única coisa que é o interior das pessoas. E, sinceramente não importa o quanto aquela pessoa é diferente. Se é feia se está faltando alguma parte de seu corpo ou se está fedorenta. Pois a cara não faz a pessoa, como dizem por ai. Não é a roupa que você está usando ou uma maquiagem que está em seu rosto ou corpo que lhe fará ser um ser humano melhor. O seu  “eu” verdadeiro está dentro de você, em seu coração, na sua alma e nada nem ninguém faz com que isso mude. Mesmo que você tente demonstrar isso de outra forma. Uma hora ou outra. Cedo ou tarde, a sua essência ira aparecer. Basta você aceita-la do jeito que ela é. 


0 comentários:

Postar um comentário