A desilusão que você me causou




Era inverno em Nova Iorque, parecia um sonho para mim, nós dois juntos ali naquele país desconhecido, naquela cidade. Eu estava feliz ao seu lado. A cidade toda iluminada, seus beijos, carinhos, sua repentina atenção. Era tudo tão novo e desconhecido pra mim, que não sabia o que pensar. Estar naquele país, realizando a minha realização profissional e ainda por cima podendo ter você ao meu lado. O que mais eu poderia querer? NADA
Pena que nem tudo é o que realmente parece. Em uma tarde, depois de voltar do trabalho, lhe avistei em um parque pedindo outra mulher em casamento. Na hora, pensei que fosse algum tipo de brincadeira, mais depois de alguns beijos e suas juras de amor àquela mulher, tive que aceitar e deixar a ficha cair. Meu sonho de amor já não era mais o mesmo. Minha felicidade por estar ali, havia sumido. O único sentimento que me restou, foi o silêncio. Não sabia o que pensar, agir, qual atitude seria melhor para mim naquele momento. Estava perdida. Desiludida.
Você se foi depois daquela tarde, nem um telefonema, um e-mail ou algum sinal de vida. Eu ali sozinha naquele lugar desconhecido, louca para acabar tudo e sair correndo para a minha-nossa casa. Mais o medo de voltar e não encontrar as suas coisas no lugar. Minha vida estava uma bagunça. Você me fez sair de uma felicidade incrível um momento especial para um abismo muito profundo. Mais tudo bem, não irei abaixar a cabeça. Pelo menos, algo de bom você conseguiu me deixar. Tínhamos uma linda filha. E, era ela quem me daria forças para continuar. Poderia até não saber qual explicação iria dar a ela pelo suposto sumiço de seu pai. Cedo ou tarde ela entenderia. E, nós duas, seguiríamos nossas vidas normalmente, tentando esquecer as feriadas deixadas por você. 



0 comentários:

Postar um comentário