Moda x Consumismo]


   O que significa estar na Moda? é um conceito apenas de estética social? Devemos considerar a moda como um negócio. ligada ao desperdício e ao consumo, ou uma forma de arte? até que ponto devemos chegar para realmente " estar na moda"? Todas essas perguntas são feitas por milhares de pessoas de diversas partes do planeta e na maioria das vezes, não as encontramos respostas, porque isso acontece, eu explico, é simplismente pela mania que as pessoas teem de que para entrar para  uma certa sociedade, devem estar vestidas e se comportando como ela é dita. Porém na maioria das vezes esse conceito, não é obedecido, pois a grande parcela da população tem uma renda muito baixa e não conseguem alcançar os conceitos da Moda ditada pela alta costura. 


   A moda é uma cultura material, vestindo corpos de diferentes medidas, formas e sexos, corpos que se expõem ao desejo e ao prazer, vulneráveis à dor e à morte, corpos regulados pelas forças do capitalismo e da mercantilização. Que relações de poder e persuasão são acionadas ao se articular a moda por intermédio do corpo-de corpos humanos? 
  Quando nos interessamos pela moda, nos preocupamos com as relações de poder e sua articulação com o corpo. Movidos por uma falsa necessidade de consumir um produto efêmero, o corpo sujeito a moda mantém-se cativo do próprio desejo de adorno e dependente das forças econômicas do mercado. 
  A ligação da moda com a mercantilização pode ser traçada desde suas origens na modernidade; coincide com o surgimento do capitalismo industrial e  a  economia de mercado. A moda pode exercer um poder repressivo sobre os consumidores, mesmo nos mais jovens. E esse poder é na maioria das vezes muito perigoso para o Bolso e a saúde psicológica  das pessoas que as consomem. 
Então aqui vai um recadinho meu para essas pessoas: Vocês desejam que a moda controlem você, ou vocês que vão controlara. Pense nisso!    

0 comentários:

Postar um comentário